Encotros dos grupos de hiperdia, diabetes e outras doenças cronicas

10/04/2018

Aconteceu na tarde da última terça feira dia 03 de abril na Câmara Municipal de Vereadores de Coqueiros do Sul mais um encontro do Projeto Hiperdia, o qual marcou o término da primeira etapa dos grupos que contemplou todas as comunidades do Município.

A Equipe do Hiperdia que é composta pela Técnica em Enfermagem Marinês Toledo, pela Dra Daniuska Menez pelas Agentes Comunitárias de Saúde Ana Claúdia Bornholdt, Dalva Fischer, Maristela Roos, Marilene da Motta, Verali Muhl e Maria Loraci Kussler, percorreu todas as localidades do nosso município levando um pouco mais de conhecimentos sobre Hipertensão, Diabetes e outras Doenças crônicas.. 

O objetivo principal proposto pela Secretária Municipal de Saúde Nádia Winter é levar o Programa Hiperdia para mais perto dos munícipes e assim facilitar a renovação de receitas e pedidos de exames melhorando o fluxo   nas Unidades Básicas de Saúde, propiciando uma melhor qualidade no atendimento e encurtando o tempo de espera pelas consultas, pois a renovação de receitas será feita nos Encontros.

O Programa Hiperdia está voltado à população que convive com a Hipertensão e com a Diabetes, mas abrange o público em geral, pois preconiza também hábitos saudáveis para melhorar a qualidade de vida e promover a prevenção dessas doenças. 

Os primeiros encontros tiveram como objetivo testar os conhecimentos da população sobre questões importantes referentes a Diabetes e a  Hipertensão. Foram abordados pontos essenciais referente á estilo de vida e hábitos alimentares e a comunidade pôde fazer questionamentos e esclarecer duvidas. Na oportunidade a  Dra. Daniuska realizou a renovação de receitas e pedidos de exames.

Atualmente a Diabetes atinge mais de 380 milhões de pessoas no mundo, sendo 12 milhões apenas no Brasil. No encontro foram apresentadas algumas pessoas famosas que também padecem da doença e os participantes puderam ver que ela não escolhe classe social, sexo ou profissão e sim está diretamente ligada ao estilo de vida, fator hereditário, sedentarismo e má alimentação. A população tomou conhecimento que 62% dos brasileiros tem pelo menos um fator de risco para desenvolver diabetes e que estima-se que até 2035 o número de pessoas afetadas pela doença será de 592 milhões de pessoas. 

Foram estabelecidas as diferenças de Diabetes tipo 1 e tipo 2 e os participantes tomaram conhecimento do quão séria é a Diabetes, mas que com alguns cuidados específicos é possível ter uma vida normal.

Os participantes foram alertados sobre os cuidados com os pés, sobre a importância de examinar vermelhidão, inchaço e calor e sinais de irritação ou machucados, visando evitar complicações futuras.

Quanto à hipertensão, foi abordada a importância da medicação e do seu uso correto e ininterrupto para a prevenção de doenças mais graves causadas pela pressão arterial elevada. A Dra. Daniuska também destacou que a hipertensão pode causar danos no cérebro na forma de acidente vascular cerebral (AVC), nos olhos causando a cegueira, no coração levando a infartos e insuficiência cardíaca, nos rins insuficiência renal e nas artérias causando entupimentos.

Em cada encontro do Hiperdia realizado nas comunidades será abordado um tema diferente, visando a importância da alimentação saudável na vida da população com ou sem Diabetes e Hipertensão,  falaremos ainda sobre os chás e sua relevância para tratar os mais diversos sintomas.  

Desde já convidamos aos munícipes para que se façam presentes nos encontros realizados na sua comunidade, participando, levando questionamentos e prestigiando o Encontro pois é preparado com muito carinho pensando no bem estar e promoção da saúde da nossa população.

Marines Toledo 

Técnica em Enfermagem

Equipe Hiperdia /2018.